Papo de Mãe - Exercício Físico na Gravidez com o Personal Trainer Luís Alvim (Parte 1)


Por Vilma de Vellis 18/01/2017 07:00:00

Olá amores,

Tudo bem com vocês?

Sempre temos dúvidas sobre que tipos de exercícios fazer durante a gravidez, quando começar, o que pode e o que não pode fazer, enfim, tudo para que não de problemas para  nós e nem para os nossos bebezinhos que estão crescendo dentro de nós. Então para ajudar vocês com essas dúvidas eu gravei um vídeo(em 2 partes) com o meu personal trainer Luís Alvim onde ele responde algumas dessas dúvidas e também alguns exercícios que estou fazendo durante a minha gestação. Eu dividi o vídeo em 2 partes, sendo que a parte 2 estará disponível tanto aqui no blog quanto no meu canal do youtube no Sábado dia 21 de janeiro. Se vocês ainda tiverem alguma dúvida, deixe sua mensagem aqui abaixo, nas redes sociais, ou no youtube que responderemos para vocês com muito carinho. Confiram e espero muito que gostem. 

Contatos do treinador Luís Alvim:

Contatos do Luís Alvim:

SNAPCHAT: alvimluis

FACEBOOK: Alvimpersonal

INSTAGRAM: Alvimpersonal

E-MAIL: alvimpersonal@gmail.com

Se você gostou, não deixe de curtir, comentar, e compartilhar, marcando um amigo ou parente. Muito obrigada pelo suporte. Seja sociável e compartilhe.

Nos vemos no próximo post!

Bjks da Vilma :-) :-) 


Anuncie



Unhas da Semana!


Por Vilma de Vellis 14/01/2017 00:00:00

Olá amores!

Faz tempo que não posto nada sobre beleza feminina e coisas que gostamos de conversar não é? Mas hoje eu vim mostrar essa cor de esmalte maraaaaa que está super em alta. Eu particularmente amo essa cor, mas esse ano ela tomou conta das vitrines, está nas maquiagens como batons, nos esmaltes, roupas, calçados, bolsas, por tudooooo, e claro que eu não deixei de comprar algumas cositas para mim, porém limitado devido a gravidez. Tenho que esperar um pouco ainda até meu bebê chegar, mas não perdi tempo de fazer as minhas unhas com essa cor lindaaaaaa. E vocês, gostam dessa cor?

A marca é da O.P.I e se chama "Popular Vote". Confiram:

Espero que tenham gostado e a gente se vê no próximo post! 

Bjks da Vilma :-) :-) 

Anuncie



Papo de Mãe - Primeiro trimestre de Gravidez, sintomas, e dicas!


Por Vilma de Vellis 04/01/2017 22:30:00

Oi lindas!

Espero que esteja tudo bem com vocês. Bom, hoje no quadro papo de mãe, eu irei compartilhar com vocês os primeiros meses da gravidez, sintomas, e o que eu fiz para "amenizar" digamos assim alguns deles. Na verdade nós mulheres passamos por experiências diferentes nas fases da gravidez, mas conversando com outras mães e também com a minha médica, vi que tem várias delas que passam por coisas iguais ou bem semelhantes. Como já mencionei no vídeo das primeiras semanas de gravidez (Se você ainda não assistiu, clique aqui), eu não tive sintoma nenhum nas primeiras 4 semanas. Desconfiei quando meu período veio diferente das outras vezes, ele quase não veio na verdade, e no dia seguinte eu comecei a ter dores de cabeça, muito cansaço, vontade de dormir direto, então corri na farmácia e fiz o teste e descobri a gravidez. 


Agora entrando nos sintomas, eu tive vários sintomas, sendo que os principais foram os enjoos, vômitos, e muito cansaço físico. Eu praticamente dormia dia e noite, meus olhos não ficavam abertos. Na verdade o corpo da mulher trabalha 24 horas por dia para a formação do bebê, por isso esse cansaço imenso, e é sempre bom saber ouvir o nosso corpo e simplesmente repousar. Eu no início me sentia culpada por não estar fazendo nada no blog, no estúdio, no canal do youtube, enfim, nada mesmo, mas depois que comecei a ler e vi como tudo dentro da gente muda, decidi ouvir e ver o que o meu corpo precisava, e deixei as preocupações e culpas de lado. :-)

Stress e Mudança de Humor: Isso acontece com quase 100% das grávidas, eu em particular ainda não conheci uma que não passou por isso em algum período da gestação, mas é mais comum no primeiro trimestre e nos últimos dois meses, eu creio. Isso acontece devido ao bombardeio hormonal que sofremos, é como se fosse uma TPM, porém gigante. Uma hora você está sorrindo, na outra você está se perguntando "O que eu estou fazendo com a minha vida?", e por aí vai, até mesmo aquela que planejou certinho a gravidez, como no caso eu. Claro que se você acha que está passando por algo mais forte, como uma depressão por exemplo, não deixe de conversar com seu médico para que ele te avalie. Eu como já passei por depressão (não profunda, mas já tive), hoje em dia faço muitas coisas para controlar esses sentimentos, e como na gravidez a tendência é piorar, eu faço mais ainda. Uma técnica que eu ja uso desde muito tempo é conversar comigo mesma na frente do espelho. Parece meio louco falando assim não é?!?! Eu mesma me sentia ridícula fazendo isso no início, até ver que realmente funciona, e por isso continuo fazendo mais ainda agora no período da gravidez. Quando não me sinto bem, estou meio triste ou irritada demais, respiro e olho nos meus olhos (em frente ao espelho), e simplesmente digo para mim (no caso, mando essa informação para o meu cérebro) que isso é passageiro, que a causa disso é a gravidez e que isso durará somente alguns meses, que eu não sou assim, enfim, mando informações positivas até ver que estou me acalmando. Logo após tomo uma água e tento relaxar sem pensar mais em nada e quando vejo, aquele momento de "frustração ou tristeza" já foi embora. Se você está passando por isso, tente fazer e me diga o que achou. :-) :-)

Enjoos e Vômitos:  O que a médica recomendou pra mim foi tomar o B6 e o Unisom (Foto abaixo) que ajudam também na hora de dormir. Eu comprei, mas infelizmente nada parava no meu estômago, creio que um dia somente eu consegui dormir tranquila com o unisom e só. Então ela me disse para comer em quantidades menores, coisas mais leves e várias vezes por dia porque uma daquelas refeições com certeza não iria parar no meu estômago e ela queria ter certeza de que meu filho estava recebendo algum nutriente, e foi isso que fiz. Fiquei com esses sintomas até o quinto mês e meio de gestação e depois parou. Ganhei somente 1Kg no primeiro trimestre. Ah, a minha sobrinha e blogueira Gabriela Negro também passou por isso e disse que tomava dramin e funcionava para ela.


OBS: Lembrando que cada caso é um caso, é sempre bom você falar com sua médica e ver o que ela(e) recomenda. Outra coisa é escovar sempre os dentes depois de vomitar porque o ácido que volta junto com a comida pode prejudicar os dentes. Você já viu uma anoréxica com dentes bonitos?!?! Então cuide dessa parte também. :-) :-)

Esquecimento: Uma coisa estranha que aconteceu comigo e que não tinha idéia que isso poderia acontecer com uma grávida foi o esquecimento. Sensação de estar avoada. Eu nunca esqueci por exemplo, da chave dentro de casa, pois é, no verão e um calor de matar, meu marido não estava em casa, e quando cheguei percebi que estava sem a chave. Liguei para a minha amiga que estava comigo para perguntar se eu tinha entregue pra ela por engano, e foi onde ela me falou "Ah você está com cérebro de grávida?" E eu: "Como assim?" Então ela sendo psicóloga me explicou um pouco sobre isso, porém estou fazendo um post somente disso para vocês, aguardem!! Enfim, tive que esperar pelo marido por mais de 40 minutos na rua em um dia muitooo quente. Para você que já engravidou, você chegou a perceber isso em você?

Refluxo: Gente, refluxo é o Ó do borogodó, fala sério!! Eu também tive esse sintoma, meu estômago queimava demais e o que eu tomei foi TUMS ANTACID, uma pastilha com sabor de frutas (Foto abaixo). Pra mim as vezes funcionava e as vezes não. O que eu fiz também para amenizar, foi cortar toda comida ácida (vinagre, tomate, e outras), frutas cítricas, alimentos gordurosos e picantes, comer devagar, comer porções pequenas, não ficar um tempo muito longo sem comer, não usar roupas muito apertadas, entre outras. Talvez se você esteja passando por isso, esses métodos podem te ajudar também. 


Cansaço Físico: Eu simplesmente dormia gente, lia um livro sentada no sofá, escutava uma música para relaxar ainda mais, assistia TV, enfim, se você está cansada, repouse e repouse bastante se puder.

Outros sintomas que tive foram sangramento na gengiva devido ao fluxo de sangue ser maior, alguns desejos por coisas doces (sendo que sou uma pessoa que prefiro mil vezes o salgado), e não suportar o cheiro de alguns perfumes ou comida que gostava muito. 

Acho que é isso pessoal. Eu espero ter ajudado de alguma forma com essas dicas e se você não se cadastrou aqui no blog ainda, deixe o seu e-mail la na NEWSLETTER para não perder os próximos posts. Ah e se você já é cadastrado e não está recebendo os meus e-mails, de uma olhadinha no SPAM, porque as vezes infelizmente eles vão para lá. 

Seja sociável e compartilhe! 

Bjks da Vilma :-) :-) 

Anuncie



LEONARD COHEN - Hallelujah (VILMA DE VELLIS Official Cover Music Video)


Por Vilma de Vellis 24/12/2016 10:55:00

Oi amores!

Hoje vim compartilhar o vídeo cover de Natal que gravei com muito carinho para vocês. Fiz como tema de Natal e também como tributo para o autor da música, Leonard Cohen que faleceu em Novembro desse ano. Sempre pensei em gravá-la e agora deu certo. Venham conferir e tenham todos vocês um Feliz Natal e um 2017 cheio de coisas boas e de realizações. Que possamos fazer a diferença nesse mundo caótico em que nos encontramos no momento, mas eu ainda acredito nas pessoas boas, no amor, então façamos diferença. Algumas fotinhos abaixo! :-) 




Meus agradecimentos para o Jefferson Salvador do studio W70 de Criciúma que fez um ótimo trabalho nos instrumentais. Abaixo estão os contato dele.  

Fone: (48) 3045-2347 / 9999-2305

E-mail: studiow70@gmail.com

Para mais vídeos do meu canal do youtube, clique here!

Espero que tenham gostado e me mandem sugestões aqui nos comentários!

Bjks da Vilma :-) :-) 

Anuncie



Papo de Mãe: Qual a hora certa para engravidar - Post N.2!


Por Vilma de Vellis 12/12/2016 22:00:00

Oieee gente!!

Bom, esse é o post 2 sobre "qual a hora certa de engravidar." Ja compartilhei com vocês no post N.1 (se você ainda não viu, clique aqui), sobre o ponto de vista biológico e social. Deixando o biológico ou o que a sociedade pensa a respeito da hora "certa" para engravidar de lado, vim trazer para vocês algumas coisas que considero importante pensar antes de ter um filho e também minha experiência até agora. 

Também mencionei no post anterior que as mulheres mais velhas, em muitos casos, estão mais preparadas do que as mais novas para serem mamães, não somente olhando pelo lado financeiro, mas também pela maturidade (porque isso só vem com os anos mesmo), a carreira e a vida profissional em si. Estão com a vida mais estável e não precisarão estudar e trabalhar por muitas horas, tendo assim mais tempo para estar com o bebê. Só que somente isso também não adianta. Esse assunto sempre me deixa um pouco pensativa por várias razões, mas colocarei aqui somente 3 delas, que considero mais "importantes" que são: Um relacionamento estável, equilíbrio emocional, e condições financeiras.  


Relacionamento estável: Isso será muito importante para o bebê que estará vindo. Já ouvi muito na minha vida (sério mesmo), pessoas dizendo para outras quando o relacionamento não estava indo bem, para ter um filho que isso melhoraria a relação. Mil perdões, mas é pura ignorância e crueldade uma pessoa querer colocar uma responsabilidade tão grande como essa nas costas de um ser que nem sequer existe ou está pedindo para nascer. Talvez em alguns casos a gravidez tenha ajudado sim, mas já em outros o resultado foi bem ao contrário, piorou ainda mais a relação. Um filho vem ao mundo para compartilhar da felicidade que já existe entre o casal e não para ser responsável por ela. Até concordo que um filho pode dar aquele ar de imortalidade, porém o correto é ele encontrar uma família estruturada, podendo assim crescer de um modo saudável e ser preparado para enfrentar o mundo. Conheço pessoas que são traumatizadas pela infância devido a brigas e discussões dos pais, berros para todo o lado, completamente sem estrutura. Lógico que tudo isso tem cura, mas muitas vezes é difícil conseguir tirar algumas pessoas desses traumas. Ele precisa encontrar um lar pronto, que tenha paz, onde o amor é a base de tudo, onde as sinceras risadas fazem parte do dia a dia, onde beijos, abraços e carinhos são recíprocos entre o casal. Acredite ou não, isso será muito importante para a estrutura do seu filho. 

Minha experiência: Eu queria ser mãe há alguns anos atrás mas meu marido não queria de maneira nenhuma antes de comprarmos a casa. Como eu creio que tudo tem a sua hora, eu pude entender isso mais tarde, quando passamos por uma crise muito ruim e eu pensava (Graças a Deus eu não tive filho ainda, porque caso contrário seria mais difícil). Não estou aqui para falar da minha vida pessoal e sim um relacionamento estável para receber um filho, mas quis usar a minha experiência como exemplo para que possa ajudar vocês na hora da decisão. No meio da turbulência meu marido resolveu que gostaria de ter um filho e eu naquele momento simplesmente não concordei. A minha resposta foi: Primeiro concertaremos o que precisa ser concertado e somente depois de tudo estar certo, poderemos pensar em filhos. Hoje em dia nos conhecemos muito mais, amadurecemos como pessoas, aprendemos que devemos cada um respeitar o espaço do outro, enfim, tendo um amor recíproco e uma casa em paz para receber nosso pequeno. :-) :-) 

Equilíbrio Emocional: Pode até ser um pouco parecido com o "ter um relacionamento saudável", porém aqui eu falo individualmente. Isso também é algo que eu poderia ficar horas falando (talvez eu faça um vídeo somente a respeito do equilíbrio emocional), porque creio ser algo super importante. Falando no período da gravidez, o homem se preocupa com várias coisas como: se conseguirá ajudar a sua parceira com a recuperação, se terá competência de cuidar do bebê, condições financeiras, entre muitas outras, e isso pode sim afetar o equilíbrio emocional. Para nós mulheres creio ser ainda um pouco mais difícil, nossas emoções variam muito devido a alteração hormonal, o corpo em mudança, a preocupação com o parto, se terá condições de cuidar do bebê, se preocupa com a saúde dele, muitas até chegam a depressão pós-parto. Se você não possui um equilíbrio emocional antes de engravidar, procurar algum profissional para se preparar para ser mamãe, creio ser a melhor opção. Se já está grávida e está com alguns sinais de depressão ou algo parecido, o importante é conversar e buscar apoio com a família e amigos mais próximos, e se necessário um profissional para que você exponha o que sente. Uma pessoa bem equilibrada é essencial para a construção de uma personalidade estruturada, que no caso, um filho.

Condições Financeiras: Sabemos que com o filho também vem muitos gastos, isso é fato e não adianta fugir. Um filho exige atenção, espaço, tempo, tudo gira em volta dele e também da muitas despesas. Não digo que um casal precisa ganhar milhares para ter um filho, mas o suficiente para que ele possa frequentar locais que o ajudarão no seu desenvolvimento como: acesso a livros, estudar outras línguas, ter saúde, praticar esportes, viajar, comprar roupas, entre tantas outras, então eu creio que não pensar no lado financeiro seria um pouco irresponsável por parte dos pais. Faça um planejamento familiar e dará tudo certo. :-) 

Cadastre seu e-mail aqui no blog para que eu possa notificar você e assim você não perder nenhum post e novidades. Deixe também sua mensagem aqui abaixo que é muito importante para mim e também me conte a sua experiência. Obrigada!

Seja sociável e compartilhe!

Espero que tenha gostado,

Bjks da Vilma :-) :-)

Anuncie



Como escolher o carrinho do Bebê / Minha escolha City Mini by Baby Jogger


Por Vilma de Vellis 09/12/2016 09:23:00

Olá mamães de plantão!

Hoje eu vim trazer um vídeo para vocês sobre como escolher o carrinho de bebê. Lógico que podemos até errar na escolha, mas para tentar evitar que isso aconteça é bom se fazer algumas perguntinhas antes de decidir. Fiz um vídeo explicando certinho quais foram as minhas necessidades e também mostrando como funciona o carrinho da minha escolha. Claro que não é publicidade, mas é um carrinho que pelo menos tem tudo o que eu irei precisar, e eu realmente espero que ele não me desaponte - haha. Claro que depois de algum tempo de uso irei falar para vocês se realmente funcionou para mim. 

Eu pesquisei muito na internet antes e fui em algumas lojas para aprender um pouco mais, porque eu não tinha idéia do que eu realmente queria, e depois de pesquisar e ouvir mães também aqui na minha vizinhança que tem crianças, coloquei em um caderninho o que era mais importante para mim e o bebê. Recomendo que vocês pesquisem, principalmente se você é mãe de primeira viagem como eu, e também verifiquem o lugar onde você mora por exemplo: Você mora no centro ou fora dele? Mora em prédio? Tem elevador ou é escada? Vai sair bastante com o carrinho? Como são as ruas onde você irá com o seu bebê? Viaja bastante? Essas foram as perguntas que eu me fiz e por isso cheguei a conclusão que essa opção de carrinho seria a melhor escolha. Vem conferir o vídeo comigo então e abaixo terão os links de tudo pra vocês e também lá na caixa de informações do youtube. Ah, e tem uma novidade no final do vídeo que eu fiz para ajudar mamães que não falam Inglês e querem comprar coisas internacionais para os seus bebês, mas não sabem como se chamam os produtos. Espero que gostem! :-) :-) 


Palavras chave do vídeo com sua tradução para o Inglês:

- Carrinho de bebê: Stroller;

- Bebê conforto: Car Seat;

- Adaptador para o bebê conforto: Car Seat Adapter;

- Suporte organizador ou porta trecos para carrinho de bebê: Stroller Organizer ou Parent Console;

- Bandeja de comida: Child Tray.

LINKS:

Carrinho de bebê (City Mini GT by Baby Jogger) MAGIC BEANS ou BABY JOGGER    /   Bebê Conforto MAGIC BEANS 

Adaptador do bebê conforto MAGIC BEANS   /   Suporte organizador ou porta trecos para carrinho de bebê MAGIC BEANS ou AMAZON

 Bandeja de Comidinha AMAZON ou MAGIC BEANS


Bjks da Vilma :-) :-) 

Anuncie



VLOG DE VIAGEM - CALIFORNIA - Red woods / Mendocino (Epsodio 1)


Por Vilma de Vellis 06/12/2016 07:00:00

Olá viajantes!

Para aqueles que são apaixonados por viagens, hoje eu vim mostrar alguns lugares da California que visitei algumas semanas atrás. Fiz 2 episódios porque não quis deixar os vídeos muito longos e cansativos, mas aqui sempre conto mais detalhes para vocês. Não sei se ja mencionei isso antes, mas sempre gosto de obter informações de pessoas que moram no local ao invés de ir sem saber nada. Tenho alguns amigos e parentes que moram na Califórnia e eles nos levaram para conhecer algumas partes no Norte de São Francisco que é de muita natureza e lindo para apreciar.

 


Passamos em uma pequena vila que se chama Mendocino, para passear um pouco e também ver a costa do oceano pacífico. Lindo para quem quer relaxar e curtir uma viagem em família e também ver coisas únicas. Além dos restaurantes muito lindinhos e particulares, também as lojas locais tem várias coisas feitas manualmente (o que na América é muito raro), por isso vale a pena gastar algumas horas nesses lugares. 

Ah e também visitamos um parque onde possuem as árvores mais altas do mundo. Gente, pra mim a natureza é sempre encantadora e espetacular, então ver essas árvores que são todas preservadas, foi um show. O que tem que ter cuidado é para não se perder, por que o parque é enorme, então vá com alguém que conheça a área ou com um mapa, tem várias placas com indicações, mas nunca se sabe neh!! :-)


Abaixo irei deixar links para que vocês saibam ainda mais sobre esses lugares e se encantem com tanta beleza.

Para saber mais sobre a vila de Mendocino, clique AQUI!

Para saber mais sobre o parque Montgomery, clique AQUI

Não esqueça de cadastrar seu e-mail aqui no blog, assim você não perderá nada e nem o próximo epsódio :-).

Espero que gostem e nos vemos no próximo post ou vídeo.

Seja sociável e compartilhe! 

Bjks da Vilma :-) :-) 

Anuncie



@vilmadevellis no Instagram