Papo de Mãe: Qual a hora certa para engravidar - Post N.1

Por Vilma de Vellis 30/11/2016 02:00:00


Olá amores!

Qual a hora certa para engravidar? Com certeza muitas de vocês já se perguntaram. Esse assunto querendo ou não é sempre um pouco complexo para falar sobre ele. Irei fazer mais de um post sobre esse assunto porque se não ficará muito grande e gostaria de fazer algumas comparações. Na verdade envolve muitos fatores como idade, planejamento, psicológico, mudanças, finanças e por aí vai, porém aqui irei apresentar pontos de vista diferentes, algumas informações de acordo com os cientistas, e também minha experiência até agora com a minha gravidez. Eu estava pensando em gravar um vídeo a esse respeito (talvez ainda faça um resumo e publico ele no meu canal do youtube), mas por enquanto decidi fazer alguns posts e espero que de alguma forma possa contribuir para a sua decisão na hora de querer se tornar mamãe ou papai.


Idade e Biologia: Sabemos que o relógio biológico é super real e que a natureza as vezes é meio cruel para com nós mulheres. Os homens (sem problemas de infertilidade) podem se tornar papais até mesmo aos 70 anos de idade, enquanto que para nós muitas vezes não chega nem a metade disso, isso porque os óvulos nascem com a gente e vão diminuindo e envelhecendo junto com o nosso corpo. De acordo com alguns especialistas eles atingem a capacidade ideal para serem fertilizados entre 20 e 30 anos, depois disso começam a diminuir e perder a qualidade até os 37 e após os 40 essa perda é ainda maior. Também falando da teoria, sabemos que engravidar após os 35 anos aumentam as chances de os bebês nascerem com Síndromes, os riscos de aborto são maiores, pré-eclâmpsia, entre outras. Além disso existe a possibilidade de a mulher adquirir endometriose, considerada uma entre as principais causas da infertilidade. Para ler e saber um pouco mais sobre a doença clique aqui. Pesquisando aqui e ali também descobri que mesmo a mulher moderna que parece bem mais jovem nos dias de hoje devido a boa alimentação, exercícios físicos, estética, vaidade, moda, e etc, conseguindo assim conservar a sua idade, o mesmo não acontece com os ovários, infelizmente eles refletem a idade cronológica da mesma. Ah e também mesmo hoje em dia com a medicina tão avançada, ela não fará o milagre de tornar seus óvulos mais jovens por exemplo, na verdade o que ela poderá fazer será exames bem avançados no pré-natal para ver se detecta alguma síndrome, fornecer medicamentos para mulheres que tiveram problemas devido a idade, para que assim elas tenham uma gravidez saudável, tentar através da fertilização artificial (o que também não é garantido e conheço pessoas que tentaram mais de uma vez), entre outros. Os tratamentos variam muito de preços e alguns podem chegar a custar R$20.000,00. Não querendo ser negativa ou assustar ninguém, mas a biologia é algo muito real. Ah e para animar um pouco, é claro que vocês conhecem várias mamães que tiveram filhos mais tarde e que deu tudo certo, então não desanime. 

Idade e Sociedade: Anos atrás a mulher na verdade ja crescia sendo ensinada e educada a ser uma dona de casa, ser preparada para ser mãe, tanto que tinham sempre muitos filhos e começavam sempre muito novinhas, não é verdade? Pense na sua avó ou bisavó, não foi assim que aconteceu com elas?! Parece que antigamente era destino ter filhos, hoje em dia ja é uma escolha de cada mulher ou casal. No mundo moderno em que vivemos, queremos estudar, nos formar, possuir uma carreira profissional de sucesso, e só depois parar para pensar em engravidar, o que eu não acho disso um erro. Creio que cada um sabe o que é melhor para si. Alguns lugares ainda se engravida muito "cedo" de acordo com a sociedade, já em outros, como alguns países da Europa as mulheres engravidam la pelos 38 ou 40 anos e está tudo certo. Isso depende muito do ponto de vista de cada lugar. Ta certo que uma mulher que engravida aos 40 pode possuir uma vida mais instável do que uma de 20 em quase todas as áreas, não estou falando somente financeira ja que ter filhos não depende somente disso, mas de outras coisas que eu acho fundamental antes de ter um filho (citarei isso nos próximos posts). 


Minha Experiência: Quando eu engravidei ou pensava em ter filhos, nunca, jamais passou pela minha cabeça o fato da idade, simplesmente pensava, "Ah na hora que eu quiser, eu engravido e pronto", isso não por falta de informação ou conhecimento, mas porque como minha mãe teve e tem (rsrs) vários filhos, então imaginei que eu não teria problema nenhum, iria ser parideira igual 😂. . Eu e meu esposo não fizemos nenhum exame para saber se tínhamos algum problema de infertilidade, genética, e etc, simplesmente decidimos tentar. Engravidei depois de 4 meses e quando descobri que estava grávida já estava passando pelo aborto expontâneo. Tive sangramento por 10 dias, e segundo a minha médica o embrião tinha se formado com defeito e meu próprio organismo tratou de eliminar sozinho. Após passar por essa perda, minha médica pediu vários exames que não saberia colocar aqui para vocês, mas foram vários. Meu esposo mesmo depois disso, não fez nenhum exame. Graças a Deus os resultados dos meus exames vieram todos bons, e foi na verdade um aborto expontâneo como acontece com muitas mulheres, talvez por ter sido a primeira tentativa e também por eu ter mais de 35 anos, que no caso, é mais fácil isso acontecer. Decidimos esperar uns 5 meses para tentarmos novamente, e a médica nos aconselhou de procurá-la caso estivesse demorando muito para engravidar, mas graças a Deus na segunda vez em menos de 2 meses tentando, eu engravidei ❤️. Tive que fazer muitos exames novamente (diferentes dos primeiros), porque esses eram para saber se estava tudo bem com o feto, se a gravidez era de risco, e já aproveitei para saber o sexo também (hoje em dia se pode saber na décima semana pelo exame de cromossomos se é menino ou menina), mas enfim, todos vieram perfeitos e agora estamos na espera do nosso menino. Finalizando a parte biológica da questão, é lógico que se você decidir por engravidar mais tarde, ou de repente ja está perto dos 35 e ainda não tem um parceiro, o que alguns médicos sugerem é que você pense na possibilidade de congelar os óvulos (tendo condições financeiras, é claro). Caso também não queira optar por isso, saiba que poderá ter mais riscos e o bom seria procurar um obstetra com experiência em gravidez tardia, fazer todos os exames necessários para que de tudo certo para você. 🙏🙏 

Minha opinião em relação a Idade e a Sociedade em particular: Eu simplesmente não quero saber o que a sociedade pensa (ouvi sempre pessoas me dizendo: "quando você irá engravidar?" "Vai ficar para titia hein?", entre outras coisas. O que eu fazia? Cara de paisagem do tipo "não pedi sua opinião". O único problema para mim é pensar no lado biológico que é real, mas no lado social, me desculpem mas ninguém tem nada a ver com isso. 

A gente se vê no post 2 ainda falando sobre esse assunto! Cadastre seu e-mail aqui no blog para que eu possa notificar você e assim você não perder nenhum post e novidades. Deixe também sua mensagem aqui abaixo que é muito importante para mim e também me conte a sua experiência. Obrigada!

Seja sociável e compartilhe!

Bjks da Vilma :-) :-) 

Comente aqui:

Anuncie





@vilmadevellis no Instagram